16 October 2017

Cranberry and Pecan no-knead Bread for the World Bread Day / Pão "sem amassar" de Arandos e Pecã para o Dia Mundial do Pão.


It's World Bread Day and, of course, as a huge bread lover, I have to celebrate the day!
As long as I live, I'll always be amazed with the simplicity of the most ancient form of prepared food. The simplest ingredients combined and kneaded in order to feed people all over the World in its most pure, humble and simplistic way.
This year, after changing my mind time over time and recipe after recipe, I decided to make this simple yet super delicious and crusty no-knead bread.
No-knead breads are amazing. You just have to handle the dough as little as possible, let it rise for a long time and you'll have the most delicious crusty bread with an outstanding soft interior. Plus! Slow breads are most healthy and recommended right? So, hurray to slow breads and slow living!
The recipe is from Brian Hart Hoffman gorgeous "Bake from Scratch" book, from which, I've already made this Babka, this Focaccia and this amazing Cake.
For this bread, the book gives you a main, no-knead bread recipe, followed by a few flavoured options. I opted for this cranberry and pecan flavoured bread and it turned out so deliciously good that I'm tempted to try all the flavour variations soon.
Today, the bread reigns and, if you want to have a look at the breads I baked for World Bread Day in previous years, you can have a look here (2016), here (2015) and here (2014).
Meanwhile, be happy and give some love to your bread!

ingredients:
375g white plain flour
195g whole-wheat flour
1 tbsp sea salt flakes
1/2 tsp active dry yeast
128g dried cranberries
113g pecan nuts, roughly chopped
1 1/2 tsp ground cinnamon
2 1/4 cups lukewarm water
50g yellow cornmeal (I used semolina), divided
method:
Stir together the flours, salt, yeast, dried cranberries, pecans, and the ground cinnamon.
Add the lukewarm water and stir with your hand until a sticky dough forms.
Cover the bowl with clingfilm and let rise at room temperature overnight or up to 24 hours.
On a very well floured work surface, pat the dough into a circular shape (this is a wet dough)
Fold four edges in toward the center and then turn the dough over, smooth side up.
Sprinkle the dough with flour, cover with clingfilm and let it rise at room temperature for another 2 hours.
Place a large cast-iron pan (lid on) in the cold oven and then preheat oven to 240ºC (fan).
Sprinkle the top of the dough generously with cornmeal and using a large spatula, turn the dough over and sprinkle with the remaining cornmeal.
Place the dough in the preheated pan, cover and bake for 30 minutes.
Uncover the pan and bake for a further 15 to 20 minutes.
Let cool completely on a wire rack.

__________________

Dia Mundial do Pão e claro, não poderia deixar de estar presente!
Viva eu os anos que viver, nunca deixarei de me impressionar com a simplicidade de pão caseiro e o quão maravilhoso é o processo de misturar simples ingredientes e obter algo que alimenta famílias em todo o mundo e desde que o mundo é mundo. Pão!!
Um alimento simples, humilde e ao qual todos deveriam ter direito!
Este ano, depois de ter seleccionado vários tipos de receitas e de ter mudado de opinião várias vezes enquanto decidia que pão fazer, decidi-me finalmente por este maravilhoso pão "sem amassar".
O pão sem amassar é um pão que requer o mínimo de trabalho e de manuseamento, sendo que as horas de repouso são o que garantem o seu tão característico e fofo interior e a sua crosta crocante e estaladiça.
Assim sendo, um grande apaluso para pães de crescimento lento e para vidas descontraídas e de dias calmos e descontraídos!
Caso queiram espreitar as sugestões que apresentei em anos anteriores para o Dia Mundial do Pão, o dia em que o pão é Rei, vejam aqui o pão de 2016, aqui o de 2015 e aqui, a sugestão de 2014.
A receita que hoje vos deixo, é do livro "Bake from Scratch" do Brian Hart Hoffman, do qual já aqui publiquei esta Babka, esta Focaccia e este Bolo maravilhoso.


ingredientes:
375g farinha de trigo branca
195g farinha de trigo integral
1 colher sopa de flocos ou flor de sal
1/2 colher chá de fermento de padeiro seco
128g arandos secos
113g nozes pecã, picadas grosseiramente
1 1/2 colheres chá de canela em pó
2 1/4 cups de água morna
50g farinha de milho amarela (eu usei semolina), dividida


preparação:
Numa taça grande, misturar as farinhas, o sal, o fermento, os arandos, as nozes pecã e a canela em pó.
Adicionar a água e mexer com a mão, até obter uma massa pegajosa e húmida.
Tapar a taça com película aderente e deixar repousar por 24 horas, à temperatura ambiente.
Delicadamente, colocar a massa sobre uma bancada muito bem enfarinhada (atenção que esta massa é muito pegajosa e convém mesmo enfarinhar muito bem a bancada).
Dobrar a massa sobre si mesma, puxando os cantos para o centro, por forma a obter uma bola redonda, mas manuseando a massa o menos possível.
Virar a bola, por forma a que a parte lisa fique virada para cima.
Polvilhar o topo da massa com farinha, cobrir com película aderente e deixar repousar por mais 2 horas.
Entretanto, colocar um tacho grande de cerâmica ou ferro (com tampa) dentro do forno e pré aquecer o forno a 240ºC (com ventoinha).
Polvilhar a superfície da massa com metade da farinha de milho e.com a ajuda de uma espátula, virar a massa ao contrário e polvilhar a base com a restante farinha de milho.
Colocar a masa dentro do tacho aquecido, tapar e levar ao forno por 30 minutos.
Findo esse tempo, destapar o tacho e cozer o pão, sem tampa, por mais 15 a 20 minutos.
Retirar o pão do forno e do tacho e arrefecer completamente sobre uma grelha.


Recipe / Receita: